quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

Proximidade do fim de uma era...


Está se aproximando, a cada dia se concretiza o fim da uma época, do homem que pegou o Falcão com uma temporada de saco de pancada, na qual não passou da primeira fase e disputou com o time de Campo Limpo Pta, para ver qual era o pior time do estado de São Paulo.

Cido, quando chegou aqui em Atibaia, logo começou a tomar medidas, definitivamente separou o clube da prefeitura, o assumiu com todas dispensas e rendimentos. Logo, sem interferência do pessoal do amador da cidade, o time começou a entrar nos eixos, juntamente com uma leva de atletas vindo de Santa Catarina juntamente com o treinador Eduardo Clara, entre eles, o goleiro Montebeller, os zagueiros Totta e Felipe, o lateral/meia Diouzer, e alguns bons atletas como o volante Tigrão, que se tornaria ídolo da torcida, e os atacantes João Paulo e Hernane, atualmente no Mogi Mirim.

O time foi engrenando aos poucos, e conseguiu a melhor colocação que o Atibaia teve na sua curta jornada de 6 anos. Chegou a última fase, e com grandes chances, não subiu, pior para Cidão e sua turma.

O que todos imaginavam era que em 2008, mantendo a base, ele conseguiria o acesso, e o elenco reforçado, titubeou aos erros do então treinador Eduardo Clara, seu ego estava maior que suas pretensões, saiu, e Paulo Rogério, chegou, com pouco tempo não conseguiu nada fazer, e ainda viu o fim da carreira de seu então capitão, Tigrão, que sofreu com um chute maldoso de um jogador do Capivariano em suas costelas, seu rim até hoje não funciona normalmente.

Em 2009, com um projeto inovador e audacioso de Paulo Rogério, Cidão apostava suas fichas no acesso, tinha novamente um orçamento alto a disposição da comissão técnica. Dessa vez, por uma série de interferências amadoras de membros da diretoria, o Falcão foi perdendo força, até o momento em que não tinha mais chances, mais uma vez, morreu na praia.

Em 2010, tudo caminhava para que nada desse certo, e foi o que ocorreu. Eduardo Clara havia voltado ao clube, cheio de esperanças e com um bom dinheiro em caixa, montou uma equipe ligeiramente boa, mas sem elenco e com um numero excessivo de atletas acima da idade. Não deu certo. O time naufragou rapidamente.

2011 foi o inicio do fim da era Cidão, já nem era ele quem tomava as decisões, uma parceira foi feita, e foi ela quem “tocou” o Atibaia. Parceria esta, que nessa semana, deve se oficializar como a nova “proprietária” do Falcão. Num prazo de 1 mês, deverá chamar eleições, como não se tem ideia de alguém com intenção de os tirar do poder, Neno deverá ser o novo presidente do Sport Club Atibaia.

Nos resta aqui, agradecer pelos anos que se passaram com Cidão a frente do clube, e torcer, para que Neno tenha mais felicidade nessa caminhada do que Cidão.

Os torcedores esperam ansiosos um acesso, ou ao menos, um time competitivo.

2 Comentários:

●๋•вяυησ ѕαвα∂ιηι●๋• disse...

Foi bom enquanto durou ? Talvez, mas temos certeza que o Cidao tem atritos com a prefeitura, e por isso não era ajudado. Vamos ver no que vai dar.

ViVi disse...

Os Jogadores não eram tratados cm atletas, nem uma alimentaçao saudavel e balanceada eles tinham, nem seus diretos trabalhista recebiam dessa forma quem vai pra frente.. de ano em ano o Redball vai a frente pela estrutura do time e a forma que o presidente trabalha dando valor a todos é dessa forma que um atleta tem que ser tratado.

Postar um comentário

Comente você também, sua opinião e essencial para a Guerreiros do Falcão crescer !

  ©[GDF]Guerreiros Do Falcão[RHU] - Todos os direitos reservados.

Templante feito por Bruno Sabadini Guerreiros do Falcao Torcida | Topo